Projecto 4Cs - do Conflito à Convivialidade através da Criatividade e da Cultura – traz exposição a Lisboa

A arte e a cultura na abordagem à temática do conflito.

Com curadoria de Luísa Santos, Ana Cachola e Daniela Agostinho, a exposição estará patente até ao dia 24 de Setembro de 2018.

No próximo dia 29 de Junho será inaugurada, na Fundação Calouste Gulbenkian a exposição “Aimée Zito Lema. 13 shots”. A exposição, organizada pela Universidade Católica Portuguesa - Faculdade de Ciências Humanas - insere-se no projecto de grande escala 4Cs - From Conflit to Conviviality through Criativity and Culture, apoiado pelo Europa Criativa Cultura e liderado pela Universidade Católica.

Com curadoria de Luísa Santos, Ana Cachola e Daniela Agostinho, a exposição estará patente até ao dia 24 de Setembro de 2018.

Projecto apoiado no âmbito da linha de financiamento a Projectos de Cooperação Europeia,  4Cs - do Conflito à Convivialidade através da Criatividade e da Cultura tem como objectivo explorar a forma como a arte e a cultura podem ser meios importantes na abordagem à temática do conflito.

As actividades em Lisboa arrancaram com a Conferência Convivialidade e o Institucional, nos passados dias 4 e 5 de Dezembro 2017. A conferência teve como objectivo dar a conhecer uma série de práticas institucionais orientadas no sentido de estabelecer um trabalho contínuo com as comunidades locais que enfrentam situações de conflito, estimulando novas abordagens à compreensão e interpretação do papel social das instituições culturais e artísticas e combinando a investigação académica e a produção artística e cultural no cenário de situações emergentes de conflito.

O projecto 4Cs, que teve início em Julho de 2017 e que irá durar até Junho de 2021, incluirá também outras actividades para além de exposições e conferências, tais como residências artísticas, cinema, laboratórios de mediação, workshops, publicações, uma plataforma online e uma Summer School.

A Universidade Católica Portuguesa trabalha neste projecto com oito parceiros de oito países diferentes (Portugal, Suécia, Alemanha, Reino Unido, Espanha, Lituânia, Dinamarca e França), entre as quais: a Faculdade de Ciências Humanas e o The Lisbon Consortium da Universidade Católica Portuguesa, Tensta Konsthall, SAVVY Contemporary - Laboratory of Form-Ideas, Royal College of Art, Fundació Antoni Tápies, Vilnius Academy of Fine Arts, Museet for Samtidskunst e ENSAD, e ainda um conjunto de parceiros associados que incluem o Culture+Conflict, o Instituto de Arte Moderna de Middlesbrough, a Universidade Klaipėda, a Fundação Gulbenkian, a Rua das Gaivotas 6, a Plataforma de Apoio aos Refugiados, entre outros.

Mais informações em : https://www.4cs-conflict-conviviality.eu/post/aimee-zito-lema-from-conflict-to-conviviality