Dados estatísticos : Europa Criativa CULTURA 2014-2017

Encontra-se disponível, para consulta online, o relatório "Apoios Atribuídos pelo Programa Europa Criativa a Entidades Portuguesas - Subprograma CULTURA", relativo ao período de 2014-2017.

O Programa Europa Criativa foi lançado no ano de 2014 com vista ao apoio exclusivo aos sectores cultural e criativo europeus até 2020. O relatório apresenta dados da execução, no que concerne ao subprograma CULTURA, nomeadamente o apoio auferido pelas organizações portuguesas, enquanto líderes e /ou parceiras de projectos apoiados, no âmbito das linhas de financiamento do Subprograma CULTURA.

De salientar que os dados trabalhados reflectem apenas o número de organizações que integraram candidaturas submetidas  no âmbito das linhas de financiamento do Subprograma CULTURA. Assim, este relatório não reflecte, nomeadamente,  a totalidade do número de artistas ou profissionais dos sectores cultural e criativo portugueses que tenham beneficiado do Programa Europa Criativa por participarem nas actividades que constituem os projectos apoiados, quer estes envolvam, ou não, organizações portuguesas líderes e/ou parceiras.

Resumo

Alguns números relativos aos beneficiários portugueses do Subprograma Cultura no período compreendido entre 2014 e 2017:

•    73 Entidades portuguesas do sector cultural e criativo que participaram em 63 projectos no âmbito das linhas de financiamento a Projectos de Cooperação Europeia, de Redes Europeias  e Plataformas Europeias entre 2014 e 2017;

•    4.426.325 € foi o montante efectivamente atribuído a entidades portuguesas envolvidas (como líderes e/ou parceiros) em projectos seleccionados pelo Europa Criativa, Subprograma Cultura entre 2014 e 2017;

•    68% Das entidades portuguesas integram projectos de cooperação europeia (50 entidades; 8 enquanto líderes e 42 como parceiras). Das quais 28 entidades integradas em projectos de pequena escala e 22 em projectos de grande escala. Do ponto de vista financeiro, participam em projectos com um montante total de cofinanciamento €42.442.301,29, tendo sido directamente beneficiadas com € 3.926.329,98;

•    19% das entidades portuguesas encontram-se integradas em Plataformas Europeias (14 entidades portuguesas- 1 entidade líder e 13 entidades parceiras) e 12% estão integradas em Projetos de Redes Europeias;

•    Os sectores em que participam mais entidades portuguesas, acompanhando a tendência que se verifica a nível europeu, são o das artes performativas com 20 projectos (38%) seguindo-se o do património cultural com 10 projectos (19%);

•    Quanto aos projectos de Tradução Literária e apesar de no período em análise não terem sido seleccionadas candidaturas de entidades portuguesas (reflexo do nº reduzido de candidaturas submetidas- 9) foram traduzidos 27 livros, de 16 autores portugueses, para 13 línguas.


Consulte o Relatório 2014-2017 aqui.


Dados 2014-2018

Apesar de não dispormos dos dados finais relativos ao ano de 2018, já é possível a disponibilização de alguns dados de execução física que foram apurados até ao momento (estando previsto a divulgação/publicação de um documento referente ao ano de 2018).

De acordo com os dados apurados até ao mês corrente, 39 entidades portuguesas foram apoiadas pelo subprograma Cultura em 2018, das quais 4 enquanto líderes e 35 enquanto entidades parceiras. Ascende, desta forma, a 112 o número de entidades apoiadas pelo Subprograma Cultura entre 2014 e 2018.

Seguindo a tendência dos anos anteriores, a maior parte das entidades portuguesas participaram em Projetos de Cooperação Europeia (28 entidades a que corresponde cerca de 72% do total). Como 2018 é o Ano Europeu de Património Cultural, para além dos Projetos de pequena escala e de grande escala foram financiados projectos específicos no âmbito do Ano Europeu. 6 Entidades portuguesas foram apoiadas no âmbito dos Projetos do ano Europeu do Património Cultural (21%); 13 entidades foram apoiadas no âmbito dos projectos de pequena escala (46%) e 9 em projectos de grande escala (32%).

As restantes 11 entidades estão integradas em Plataformas Europeias (28%).