Centro de Informação Europa Criativa

ir para conteudo
16-03-2023
Culture Moves Europe: bolsas de mobilidade para artistas e agentes culturais

| Candidaturas abertas em permanência até 31 de Maio para Mobilidade Individual e 15 de Junho para Residências Artísticas |
 

A 10 de outubro foi lançado o Culture Moves Europe, o maior programa de mobilidade da UE para artistas e profissionais da cultura e que vai disponibilizar um orçamento total de 21 milhões de euros, num período de três anos (2022-2025). Financiado pelo Europa Criativa, este esquema de mobilidade foi desenhado e está a ser implementado pelo Goethe Institut.

Destina-se a apoiar projectos das seguintes áreas:

  • Arquitectura
  • Artes visuais
  • Artes performativas
  • Design / Design de mod
  • Música
  • Património cultural
  • Tradução literária

A mobilidade deverá ocorrer de e para os países participantes no programa Europa Criativa e conta com dois tipos de mobilidade:

Acção 1: Mobilidade individual [1ª fase a a decorrer até 31 de Maio]

Para artistas individuais e profissionais da cultura que viajam entre 7 e 60 dias ou grupos de indivíduos (até 5 pessoas que viajam entre 7 e 21 dias).
A convocatória aplica-se a todos os sectores e estarão abertas ao mesmo tempo todos os anos (até 2025) entre o Outono e a Primavera.

  • A mobilidade deve ter lugar no prazo de um ano, a partir da assinatura do contracto
  • A mobilidade deve ser ininterrupta;
  • A mobilidade deve ter lugar num único destino* (salvo excepções, ver guidelines do programa).
  • O período de avaliação será sempre no final de cada mês. 

Para quê?

O Culture Moves Europe fornece apoio financeiro parcial para financiar as despesas de viagem (transporte, alojamento, etc.) de um artista ou de um profissional da cultura que reside num país do Europa Criativa e viaja para outro país da Europa Criativa para implementar um projecto com um parceiro internacional (organização ou indivíduo). O parceiro internacional (organização ou indivíduo) é um associado que concorda em acolher o artista(s) individual, orienta-o(s) no seu ambiente de trabalho e implementa-o(s)
o projecto com ele/elas.
Acesso às guidelines e processo de candidatura aqui.


Acção 2: Residências artísticas [1ª fase a decorrer até 15 de Junho]

Cada projecto pode acolher entre 1 e 5 artistas/profissionais culturais, que devem participar nas residências nas mesmas datas e com a mesma duração. As residências podem durar entre 22 e 300 dias, segundo os seguintes critérios:

  • Projecto de residência de curta duração: entre 22 e 60 dias
  • Projecto de residência de média duração: entre 61 e 120 dias
  • Projecto de residência de longa duração: entre 121 e 300 dias

A bolsa da call contribui para os custos associados ao acolhimento dos artistas/profissionais culturais e à sua mobilidade. Para além de apoio financeiro para as despesas de viagem e de estadia dos participantes, os anfitriões das residências recebem também uma contribuição para os custos de gestão do projeto.

O processo de candidatura para a call consiste em duas fases:

  • Fase 1: candidatura e selecção de hosts de residência
  • Fase 2: selecção e confirmação dos artistas/profissionais que participam das residências

Os projectos seleccionados devem ser realizados e concluídos no prazo de 1 ano a partir da assinatura do contrato de concessão. Só será permitido uma inscrição por convocatória, embora seja possível concorrer com mais projectos na mesma convocatória, desde que sejam para um projecto distinto e com diferentes artistas e profissionais culturais.
Acesso às guidelines e processo de candidatura aqui.


Quem pode concorrer?

  • Acção 1: Artistas, criadores e profissionais da cultura que trabalham em qualquer sector cultural, excepto o sector audiovisual
  • Acção 2: Organizações que trabalham em quaisquer sectores culturais excepto o audiovisual, organizam regularmente residências ou outros tipos de projectos culturais vinculados ao local e estão interessadas em acolher artistas e profissionais da cultura
  • Legalmente residentes num país da Europa criativa (países elegíveis incluindo países e territórios ultramarinos e regiões ultraperiféricas da União Europeia): Albânia, Áustria, Arménia, Bélgica, Bósnia-Herzegovina, Bulgária, Croácia, Chipre, República Checa República, Dinamarca, Estónia, Finlândia, França, Geórgia, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Irlanda, Itália, Kosovo, Letónia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Montenegro, Países Baixos, Macedónia do Norte, Noruega, Polónia, Portugal, Roménia, Sérvia, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Suécia, Tunísia, Ucrânia
  • Os candidatos que residam legalmente na Ucrânia terão excepcionalmente a opção de candidatar-se a uma mobilidade virtual
  • Será dada especial atenção aos artistas e profissionais culturais emergentes

 

Prioridades

  • Mobilidade sustentável: Culture Moves Europe encoraja uma mobilidade sustentável.
    • Viagens de avião inferiores a 600km não são permitidas, e a duração do projeto deve ser no mínimo de sete dias;
    • Bónus para participantes que viagem mais de 600 km sem utilizar aviões;
    • Será feita uma contribuição de compensação de carbono em nome dos participantes que viajam de avião
  • Mobilidade inclusiva:
    • Existe um apoio extra para participantes que tenham mais dificuldade em participar deste programa de mobilidade internacional.
    • Apoio personalizado para artistas e profissionais da cultura cujas deficiências afetem a sua capacidade de levar a cabo o projeto de mobilidade;
    • Apoios financeiros extra para custos com vistos, para participantes responsáveis por crianças menores de dez anos, e para a participação de pessoas que sejam de ou queiram ir para países e territórios ultramarinos ou regiões ultraperiféricas;
    • Candidatos que residam legalmente na Ucrânia, ou que pretendam desenvolver um projeto com um parceiro na Ucrânia, poderão candidatar-se excecionalmente a uma mobilidade virtual, na vertente de mobilidade individual.
  • Adaptado ao setor: este programa de mobilidade possui a flexibilidade necessária para o contexto específico do setor cultural e criativo.
    • Liberdade de escolha do parceiro, destino e duração do projeto;
    • Ajudas de custo diárias e montantes fixos para  um cálculo mais fácil do orçamento;
    • Processo de candidatura e apresentação de relatórios simplificados.


Para o esclarecimento de dúvidas:
* O Culture Moves Europe actualiza regularmente as FAQ´s aqui
* O Culture Moves Europe organiza cada 15 dias sessões de perguntas e respostas para resolver as dúvidas dos candidatos.
* Contactar através do email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

***

Mais sobre o Culture Moves Europe:

A Comissão Europeia assinou um acordo com o Goethe-Institut para implementar um novo esquema de mobilidade de 21 milhões de euros para artistas e profissionais da cultura.

O novo Culture Moves Europe tornar-se-á uma acção permanente ao abrigo do programa Europa Criativa, dando continuidade ao projecto-piloto I-Portunus, que teve lugar entre 2018 e 2022. Este novo esquema baseia-se nas recomendações decorrentes desta fase-piloto.

Oferecerá bolsas a artistas, operadores culturais, organizações anfitriãs de todos os sectores abrangidos pela vertente CULTURA e dos países que participam no programa Europa Criativa. Os artistas emergentes receberão uma atenção especial. Culture Moves Europe conta com um orçamento de 21 milhões de euros para os próximos três anos. Isto permitirá a cerca de 7.000 artistas, criadores e profissionais da cultura para:

  • Ir além-fronteiras para desenvolvimento profissional ou colaborações internacionais,
  • Co-produzir ou co-criar
  • Apresentar as suas obras a novos públicos

A apresentação do programa, que promete revolucionar a Cultura no espaço europeu, contou com a presença da Comissária Europeia da Inovação, Investigação, Cultura, Educação e Juventude, Mariya Gabriel. Veja abaixo toda a apresentação do Culture Moves Europe.

Notícia relacionada: Nova call Culture Moves Europe para residências artísticas